1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Psitácideos


TESTE

PDFImprimirE-mail

Animais Silvestres

Escrito por Planet Zoo

CARACTERÍSTICAS:  Possui  a cabeça, pescoço e barriga azul-esverdeada, enquanto que o restante do corpo predomina a coloração azul-cobalto e uma barbela amarela em formato de meia-lua próximo a mandíbula. A conservação da espécie vem sendo ameaçada pela degradação da vegetação de Caatinga e, principalmente, pela ação de traficantes que retiram esses indivíduos da natureza.

DISTRIBUIÇÃO GEOGRAFICA:

 Nordeste da Bahia,  Brasil

 

 

 

 

 

 

 

DADOS TÉCNICOS:

Tamanho: Aproximadamente 75cm

Peso: 900g

Longevidade: Em média 80 anos

Nível de Ruído: Alto

Capacidade de Fala: Média

Maturidade Sexual: A partir dos 5 anos

Diferença Sexual: Não possui. Detectável apenas com o exame de DNA.

Postura: 2 a 3 ovos

Tempo de incubação: 28 dias

Estatuto de conservação: Criticamente em perigo - Apêndice I da CITES

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Arara Azul de Lear.

E-mail

 

TAXONOMIA

Classe: Aves  

Ordem: Psittaciformes 

Família: Psittacidae

Gênero: Anodorhynchus

Espécie: Anodorhynchus leari

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DISTRIBUIÇÃO GEOGRAFICA

Nordeste da Bahia, restrita à caatinga baiana, na ecoregião do Raso da Catarina, mais precisamente nos municípios de Canudos, Euclides da Cunha, Jeremoaba, Monte Santo, Santa Brígida, Paulo Afonso, Sento Sé e Campo Formoso, a Arara-azul-de-lear é uma das aves brasileiras menos conhecidas e mais ameaçadas de extinção.

DADOS TÉCNICOS 

Tamanho: Aproximadamente 75cm

Peso: 900g

Longevidade: Em média 80 anos

Nível de Ruído: Alto

Capacidade de Fala: Média

Maturidade Sexual: A partir dos 5 anos

Diferença Sexual: Não possui. Detectável apenas com o exame de DNA

Postura: 2 a 3 ovos

Tempo de incubação: 28 dias

Estatuto de conservação: Criticamente em perigo - Apêndice I da CITES

CARACTERÍSTICAS

Possui  a cabeça, pescoço e barriga azul-esverdeada, enquanto que o restante do corpo predomina a coloração azul-cobalto e uma barbela amarela em formato de meia-lua próximo a mandíbula. A conservação da espécie vem sendo ameaçada pela degradação da vegetação de Caatinga e, principalmente, pela ação de traficantes que retiram esses indivíduos da natureza.

DIETA 

As araras-azuis-de-lear se alimentam do coco de licuri (Syagrus coronata). Possuem um método para que possam chegar as palmeiras licuri em segurança. O bando fica pousado em árvores altas, enquanto que indivíduos seguem para uma vistoria da área de alimentação e após conferência do local, o bando desce nas áreas onde estão localizadas as palmeiras e desfrutam dos coquinhos de licuri. Se alimentam também dos frutos do pinhão (Jatropha pohliana), umbu, flores de sizal (Agave sp) e mucumã, e em locais onde houve perda de habitat, invadem plantações de milho. 

Cada arara consome cerca de 250 cocos por dia. Ao sinal de qualquer perigo, voam, levando o cachinho de licuri no bico.

REPRODUÇÃO

No final do ano, com a chegada da chuva, inicia-se o período de reprodução. Os casais se separam do resto do bando e começam a produzir seus ninhos em cavidades nos paredões de arenito, onde colocam seus ovos e cuidam de seus filhotes (uma média de 2 filhotes por casal reprodutor). Existem dois locais de nidificação e dormitório da Arara-azul-de-lear, um em Canudos, local conhecido como Toca Velha, em uma RPPN e outro em Jeremoabo, localizada no sul da Estação Ecológica do Raso da Catarina, Unidade de Conservação Federal.

CONSERVAÇÃO

O principal motivo por essa espécie estar criticamente ameaçada de extinção, é o tráfico ilegal dessas aves e a destruição do seu habitat, afetando principalmente as áreas de alimentação.

Todos os direitos reservados a PLANET ZOO, vedado a reprodução total ou parcial dessas informações sem a expressa autorização dos seus idealizadores.

Existe um Programa de Conservação da Arara Azul de Lear, realizado pelo Cemave, Pro-Aves, Fundação Biodiversitas e coordenado pelo IBAMA, bem como um comitê internacional para recuperação da espécie na natureza e em cativeiro. População silvestre atual estimada em torno de 600 indivíduos.

Existe um Programa de Conservação da Arara Azul de Lear, realizado pelo Cemave, Pro-Aves, Fundação Biodiversitas e coordenado pelo IBAMA, bem como um comitê internacional para recuperação da espécie na natureza e em cativeiro. População silvestre atual estimada em torno de 600 indivíduos.

Quando o licuri escasseia, as araras partem pra alimentos alternativos. O principal é o milho. As lavouras da região acabam sendo destruídas, criando um conflito com os agricultores da região. O Cemave faz o ressarcimento do milho, mas o projeto é recente, não atende a todos os prejudicados porque depende do dinheiro de duas organizações não governamentais parceiras, a fundação Lymington e a Parrots International que financiaram mil dólares cada instituição.

E-mail

Animais Silvestres

CARACTERÍSTICAS: A arara-canindé, possui as penas das costas e asas azuis, barriga e peito amarelos,  coroa esverdeada, cauda longa e bico grande preto. São muito dóceis, inteligente e treináveis, adeptas a aprender muitos truques e frases, formando um vocabulário com cerca de 15 ou mais palavras e expressões. Brincalhona e esperta, são muito dedicadas ao seu dono.

 

 

 

 

DADOS TÉCNICOS:


 

 

Peso: 1040 a 1280g

 

Longevidade: Em média 90 anos

 

Tamanho: Aproximadamente 83cm

 

Capacidade de Fala: Alta

 

Maturidade Sexual: A partir de 5 anos

 

Diferença Sexual: Não possui. Detectável apenas com o exame de DNA

 

TAXONOMIA:

Classe: Aves 

Tempo de incubação: 24 a 25 dias

Ordem: Psittaciformes

Postura: 2 a 4 ovos

 

DIETA

Família: Psittacidae

 

Nível de Ruído: Alto

Gênero: Ara

Estatuto de conservação: Apêndice II da CITES

Espécie: Ara ararauna

 

PRODUTOS INDISPENSÁVEIS

 

> Gaiola e Capa 

 

 

> Minerais e suplementos 

 

 

> Rações e petiscos

 

> Variedade de brinquedos 

 

> Playárea (poleiro externo) 

 

As informações contindas nesse guia não dispensam os cuidados veterinários!

 

Para saber qual o espaço ideal para a ave, deve-se levar em consideração os seguintes critérios:

 

Espaço amplo que abrigue além da ave, seus objetos (potes, poleiros e brinquedos) e permita o trânsito entre os poleiros sem obstáculos.

 

Possuir portas amplas, principalmente se a ave for mansa, facilitando a retirada da gaiola.

 

RECINTOS
DISTRIBUIÇÃO GEOGRAFICA:

 

> Cabaninhas para dormir 

 

> Substrato para forração da bandeja

 

> Borrifador de água para banho  

 

> Caixa de transporte

 

> Potes para água, ração e frutas

 

 

 

 

 

 

 

 

Ser funcional no processo de limpeza e manutenção e que não apresente riscos de fuga.
Medidas ideais: *Gaiola: Larg 85 x Prof 60 x Alt 2,00 / * Viveiro: Larg 6,00 x Prof 3,00 x Alt 3,00. Deve ser de aço e em formato retangular (para que a ave reconheça o espaço), ter recebido tratamento anti-ferrugem, e serem pintadas com tintas de alta resistência (processo eletrotástico), para não lascarem com facilidade. Deve conter bandejas aparadoras de sujeira nas laterais, bandejas de limpeza bem abaixo das grelhas para manter a ave longe dos excrementos, evitando a contaminação. Os poleiros devem possuir espessura compatível ao tamanho do pé da ave, ou seja, ao subir no poleiro, a ave não pode fechar o pé totalmente, nem deixá-lo muito aberto. Poleiros lixa unhas são importantes para manter a unha e bicos aparados e ajuda na prevenção de artrite. Assegure-se que nenhum objeto da gaiola contenha chumbo, pois podem causar graves problemas de saúde se ingeridos. Sugerismo as gaiolas fabricadas pela PLANET ZOO, pois são testadas e aprovadas pelos melhores profissionais !
Ocorre em quase todo território Brasileiro, Leste do Panamá a Colômbia, leste e oeste do Equador, leste do Peru a Venezuela, extremo nordeste de Monagas e região central de Delta Amacuro, sul do Rio Orinoco, no Amazonas, Guianas, grande parte do sudeste da Argentina, localmente extintas na Bolívia, Paraguai e reintroduzida em Trinidade.

 

 

 

 

 

Come e bebe durante o dia 

 

Bico, unhas e pés sem escamação 

 

 Emite sons

 

Penas lisas e brilhantes

 

 Penas opacas e quebradiças 

 

 Ativa, alerta e sociável

 

Narinas secas e olhos brilhantes

 

 Descamação do bico e pés 

 

Chiado na respiração, espirros e tosse

 

SINAIS DE ALERTA

 

Olhos vermelhos ou inchados

 

Secreção ocular ou nasal

 

Perda de apetite e peso

 

A Arara-canindé é uma companhia ideal para mim?

 

3 - Tenho tempo suficiente para me dedicar a ela quando estiver fora da gaiola?

 

 Equilibrando-se em um pé só 

 

5 - Sou responsável e vou conseguir prestar cuidados básicos diários a ela?
4 - Os sons naturais desta ave será aceito pela minha família e vizinhos?
4 - Os sons naturais desta ave será aceito pela minha família e vizinhos?

 

SINAIS DE BOA SAÚDE:

 

Fezes com coloração atípica

 

 Encolhido no fundo da gaiola 
 Sonolência excessiva
1 - Eu tenho um local adequado para esta ave?
Se você respondeu "Sim" a estas declarações, uma Arara-canindé é a companheira ideal para você!
2 - Vou fornecer um ambiente seguro e confortável para essa ave?
Todos os direitos reservados a PLANET ZOO, vedado a reprodução total ou parcial dessas informações sem a expressa autorização dos seus idealizadores.

E-mail

Animais Silvestres

 

CARACTERÍSTICAS: A arara-piranga possui coloração vermelho-intenso, com penas amarelas e azuis nas asas e cauda, face inteiramente nua, não sendo composta por fileiras de penas. Parte superior do bico é clara. Espécie extremamente sociável, possui a fala clara, podendo desenvolver um vocabulário com bastante palavras.

 

 

 

 

DADOS TÉCNICOS:


 

 

Peso: 900 a 1000g

 

Longevidade: Em média 90 anos

 

Tamanho: Aproximadamente 80cm

 

Capacidade de Fala: Alta

 

Maturidade Sexual: A partir de 5 anos

 

Diferença Sexual: Não possui. Detectável apenas com o exame de DNA

 

TAXONOMIA:

Classe: Aves 

Tempo de incubação: de 24 a 25 dias

Ordem: Psittaciformes

Postura: 2 a 4 ovos

 

DIETA

Família: Psittacidae

 

Nível de Ruído: Alto

Gênero: Ara

Estatuto de conservação: Apêndice I da CITES

Espécie: Ara macao

 

PRODUTOS INDISPENSÁVEIS

Subespécie: Ara m. macao e Ara m. cyanoptera

> Gaiola e Capa 

 

 

> Minerais e suplementos 

 

 

> Rações e petiscos

 

> Variedade de brinquedos 

 

> Playárea (poleiro externo) 

 

As informações contindas nesse guia não dispensam os cuidados veterinários!

 

Para saber qual o espaço ideal para a ave, deve-se levar em consideração os seguintes critérios:

 

Espaço amplo que abrigue além da ave, seus objetos (potes, poleiros e brinquedos) e permita o trânsito entre os poleiros sem obstáculos.

 

Possuir portas amplas, principalmente se a ave for mansa, facilitando a retirada da gaiola.

 

RECINTOS
DISTRIBUIÇÃO GEOGRAFICA:

 

> Cabaninhas para dormir 

 

> Substrato para forração da bandeja

 

> Borrifador de água para banho  

 

> Caixa de transporte

 

> Potes para água, ração e frutas

 

 

 

 

 

 

 

 

Ser funcional no processo de limpeza e manutenção e que não apresente riscos de fuga.
Medidas ideais: *Gaiola: Larg 85 x Prof 60 x Alt 2,00 / * Viveiro: Larg 6,00 x Prof 3,00 x Alt 3,00. Deve ser de aço e em formato retangular (para que a ave reconheça o espaço), ter recebido tratamento anti-ferrugem, e serem pintadas com tintas de alta resistência (processo eletrotástico), para não lascarem com facilidade. Deve conter bandejas aparadoras de sujeira nas laterais, bandejas de limpeza bem abaixo das grelhas para manter a ave longe dos excrementos, evitando a contaminação. Os poleiros devem possuir espessura compatível ao tamanho do pé da ave, ou seja, ao subir no poleiro, a ave não pode fechar o pé totalmente, nem deixá-lo muito aberto. Poleiros lixa unhas são importantes para manter a unha e bicos aparados e ajuda na prevenção de artrite. Assegure-se que nenhum objeto da gaiola contenha chumbo, pois podem causar graves problemas de saúde se ingeridos. Sugerismo as gaiolas fabricadas pela PLANET ZOO, pois são testadas e aprovadas pelos melhores profissionais !
Ara macao macao: Costa Rica, principalmente costa do Pacífico, e sul do Panamá, em Azuero Peninsula Isla Coiba, norte da América do Sul, leste dos Andes, Vale do Rio Magdalena, Colômbia, Guianas, sul e leste do Equador, Peru, oeste da Bolívia e norte do Mato Grosso, Brasil. Ara macao cyanoptera: Oaxaca e Tamaulipas do sul, sudeste do México, e nordeste de Nicarágua.

 

 

 

 

 

Come e bebe durante o dia 

 

Bico, unhas e pés sem escamação 

 

 Emite sons

 

Penas lisas e brilhantes

 

 Penas opacas e quebradiças 

 

 Ativa, alerta e sociável

 

Narinas secas e olhos brilhantes

 

 Descamação do bico e pés 

 

Chiado na respiração, espirros e tosse

 

SINAIS DE ALERTA

 

Olhos vermelhos ou inchados

 

Secreção ocular ou nasal

 

Perda de apetite e peso

 

A Arara-tricolor é uma companhia ideal para mim?

 

3 - Tenho tempo suficiente para me dedicar a ela quando estiver fora da gaiola?

 

 Equilibrando-se em um pé só 

 

 

4 - Os sons naturais desta ave será aceito pela minha família e vizinhos?
SINAIS DE BOA SAÚDE:

 

Fezes com coloração atípica

 

 Encolhido no fundo da gaiola 
 Sonolência excessiva
1 - Eu tenho um local adequado para esta ave?
5 - Sou responsável e vou conseguir prestar cuidados básicos diários a ela?
Se você respondeu "Sim" a estas declarações, uma Arara-tricolor é a companheira ideal para você!
2 - Vou fornecer um ambiente seguro e confortável para essa ave?
Todos os direitos reservados a PLANET ZOO, vedado a reprodução total ou parcial dessas informações sem a expressa autorização dos seus idealizadores.

E-mail

Animais Silvestres

CARACTERÍSTICAS: Essa gigante Arara de coloração azul cobalto é o maior psitacídeo. Grande parte dessas colônias habitam o nosso território brasileiro. São muito sociáveis, alegres e inteligentes, mas essas virtudes não devem ser interpretadas como algo benéfico, pois, dessa forma são facilmente capturadas por contrabandistas de animais silvestres.

 

 

 

 

DADOS TÉCNICOS:


 

 

Peso: 1200 a 1450g

 

Longevidade: Em média 90 anos

 

Tamanho: Aproximadamente 100cm

 

Capacidade de Fala: Alta

 

Maturidade Sexual: De 6 a 8 anos

 

Diferença Sexual: Não possui. Detectável apenas com o exame de DNA

 

TAXONOMIA:

Classe: Aves 

Tempo de incubação: 28 dias

Ordem: Psittaciformes

Postura: 2 ovos

 

DIETA

Família: Psittacidae

 

Nível de Ruído: Alto

Gênero: Anodorhynchus

Estatuto de conservação: Ameaçadas - Apêndice I e II da CITES

Espécie: Anodorhynchus hyacinthinus

 

PRODUTOS INDISPENSÁVEIS

 

> Gaiola e Capa 

 

 

> Minerais e suplementos 

 

 

> Rações e petiscos

 

> Variedade de brinquedos 

 

> Playárea (poleiro externo) 

 

As informações contindas nesse guia não dispensam os cuidados veterinários!

 

Para saber qual o espaço ideal para a ave, deve-se levar em consideração os seguintes critérios:

 

Espaço amplo que abrigue além da ave, seus objetos (potes, poleiros e brinquedos) e permita o trânsito entre os poleiros sem obstáculos.

 

Possuir portas amplas, principalmente se a ave for mansa, facilitando a retirada da gaiola.

 

RECINTOS
DISTRIBUIÇÃO GEOGRAFICA:

 

> Cabaninhas para dormir 

 

> Substrato para forração da bandeja

 

> Borrifador de água para banho  

 

> Caixa de transporte

 

> Potes para água, ração e frutas

 

 

 

 

 

 

 

 

Ser funcional no processo de limpeza e manutenção e que não apresente riscos de fuga.
Medidas ideais: *Gaiola: Larg 85 x Prof 60 x Alt 2,00 / * Viveiro: Larg 6,00 x Prof 3,00 x Alt 3,00. Deve ser de aço e em formato retangular (para que a ave reconheça o espaço), ter recebido tratamento anti-ferrugem, e serem pintadas com tintas de alta resistência (processo eletrotástico), para não lascarem com facilidade. Deve conter bandejas aparadoras de sujeira nas laterais, bandejas de limpeza bem abaixo das grelhas para manter a ave longe dos excrementos, evitando a contaminação. Os poleiros devem possuir espessura compatível ao tamanho do pé da ave, ou seja, ao subir no poleiro, a ave não pode fechar o pé totalmente, nem deixá-lo muito aberto. Poleiros lixa unhas são importantes para manter a unha e bicos aparados e ajuda na prevenção de artrite. Assegure-se que nenhum objeto da gaiola contenha chumbo, pois podem causar graves problemas de saúde se ingeridos. Sugerismo as gaiolas fabricadas pela PLANET ZOO, pois são testadas e aprovadas pelos melhores profissionais !
Nordeste do Brasil, norte do rio Amazonas, no Amapá, ao sul do entre o Rio Tapajós e Rio Tocantins, sul do Piauí e sul do Maranhão ao norte de Goiás e noroeste da Bahia, Chapada das Mangabeiras no centro-sul do Brasil, bacia do Rio Paraguai, sudoeste do Mato Grosso, Bolívia, leste e norte do Paraguai.

 

 

 

 

 

Come e bebe durante o dia 

 

Bico, unhas e pés sem escamação 

 

 Emite sons

 

Penas lisas e brilhantes

 

 Penas opacas e quebradiças 

 

 Ativa, alerta e sociável

 

Narinas secas e olhos brilhantes

 

 Descamação do bico e pés 

 

Chiado na respiração, espirros e tosse

 

SINAIS DE ALERTA

 

Olhos vermelhos ou inchados

 

Secreção ocular ou nasal

 

Perda de apetite e peso

 

A Arara-azul é uma companhia ideal para mim?

 

3 - Tenho tempo suficiente para me dedicar a ela quando estiver fora da gaiola?

 

 Equilibrando-se em um pé só 

 

 

4 - Os sons naturais desta ave será aceito pela minha família e vizinhos?
SINAIS DE BOA SAÚDE:

 

Fezes com coloração atípica

 

 Encolhido no fundo da gaiola 
 Sonolência excessiva
1 - Eu tenho um local adequado para esta ave?
5 - Sou responsável e vou conseguir prestar cuidados básicos diários a ela?
Se você respondeu "Sim" a estas declarações, uma Arara-azul é a companheira ideal para você!
2 - Vou fornecer um ambiente seguro e confortável para essa ave?
Todos os direitos reservados a PLANET ZOO, vedado a reprodução total ou parcial dessas informações sem a expressa autorização dos seus idealizadores.



Página 1 de 15

Outras Categorias